Wendramin Advocacia

Notícias

CREMESP lança campanha para exame obrigatório

Um levantamento realizado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) mostrou que, apesar de o desempenho dos profissionais em 2017 (64,6% de aprovação) ter sido melhor que no ano 2016 (43,6%), 88% dos médicos recém-formados, que realizaram o exame do Conselho no ano passado, não souberam interpretar o resultado de uma mamografia, 78% erraram o diagnóstico de diabetes, 60% demonstraram pouco conhecimento sobre doenças parasitárias e 40% não souberam fazer a suspeita de um caso de apendicite aguda.

Tais percentuais de erros em análise de problemas de saúde frequentes foram considerados altos pelo Conselho. De acordo com o primeiro secretário da Cremesp e coordenador do exame, Bráulio Luna Filho, “essa é uma prova de dificuldade média para fácil. Se o médico não sabe fazer um diagnóstico de diabete e câncer de mama, que estão na rotina, é muito complicado. [...] Um indivíduo que não sabe dessas coisas não exerce a Medicina em países como os Estados Unidos, Canadá e Portugal. Estamos propondo um curso de reciclagem do conhecimento médico para proteger a população”.

O exame realizado pela Conselho Regional de Medicina de São Paulo é facultativo, no entanto, a fim de tornar esse exame obrigatório em nível nacional, o Cremesp lançou uma campanha, por meio de petição online (http://exameobrigatorio.com.br), objetivando alcançar 500 mil assinaturas para serem encaminhadas ao Congresso Nacional, visando agilizar o processo de aprovação do projeto de lei n. 165/2017, de autoria do Senador Pedro Chagas (PRB-MS), que está tramitando no Senado Federal e que visa a obrigação da prova em
todo o país.

A campanha tem o propósito de conscientizar médicos, autoridades, estudantes, formadores de opinião e a população em geral acerca da importância da prova, como medida de qualificação profissional e incentivo à boa formação. “O Exame do Cremesp é uma importante ferramenta para que os recém-formados testem seu conhecimento, para que as escolas possam ter parâmetros de desempenho por áreas, e, também, para garantir uma Medicina de qualidade para a população assistida”, destacou Lavínio Nilton Camarim, presidente do Cremesp. (Fonte:https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/cremesp-propoe-exame-obrigatorio-nacional-com-provas-periodicas-para-estudantes-de-medicina.ghtml).


Fonte: https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/cremesp-propoe-exame-obrigatorio-nacional-com-


Comentários


(49) 3621-2907
cassianewendraminadvocacia.com.br

Rua XV de Novembro, 426 - Centro
Ed. Araquis, 3º andar, Sala 204
São Miguel do Oeste (SC)
89900-000

© Wendramin Advocacia. Todos os direitos reservados